top of page

As necessidades nutricionais das ratazanas domésticas: o que aprendi nos últimos anos

Sabia que, tal como nós, as necessidades nutricionais dos animais variam consoante a idade? Neste blog post vou falar um pouco de alimentação para ratazanas domésticas e dar dicas que aprendi nestes últimos anos.


Necessidades nutricionais baseadas na idade


Pessoalmente, eu divido em 3 escalões: jovem, adulto e geriátrico. Podíamos ir mais além mas infelizmente o mercado alimentar nas ratazanas domésticas ainda não explorou muito.


Por este motivo, as minhas ratazanas comem um mix inspirado numa dieta explicada num livro chamado The Scuttling Gourmet. O nome da dieta é Shunamite Diet, para quem estiver interessado em ler.


Mistura de alimentos


Há coisas que eu não sigo, por exemplo, eu gosto sempre de incluir alguma ração granulada como por exemplo Science Selective, visto que tenho rapazes muto esquisitos, então faço 50% Shunamite 50% Science Selective nas ratazanas adultas. O mix, um truquezinho é quanto mais idoso, menos proteína. Nos geriátricos, retiro maior parte do glúten e substituo por alternativas, visto que há alguns estudos que indicam que o glúten contribui para doença renal, que é algo bastante predominante na espécie.


Portanto, os nossos bebés tem comido Science Selective e um mix que inclui bastante Little One. Isso é complementado com outros ingredientes, todos eles numa ficha de Excel com a quantidade volumétrica, gramas e percentagem de proteína e lípidos. A seleção de ingredientes e quantidade varia consoante a idade, então os adultos comem um mix que não chega aos 14%, e mantém o glúten. Quando chegam aos 2 anos, troco os ingredientes com glúten e baixo o nível de proteína para 12% e algumas décimas.





Suplementos


É sempre bom suplementar este tipo de alimentação, visto que uma parte dos ingredientes são de consumo humano e sem grandes aditivos. Uma das coisas que se deve ter em atenção é cálcio. Um smoothie com casca de ovo uma vez de 7 a 10 em 7 a 10 dias, ou até um osso de galinha (cozinhado e sem tempero) , já que eles são roedores e não consomem pedaços afiados de ossos pois trituram tudo até virar pó antes de ingerir.


Monitorização da saúde


É bom monitorizar a função renal nas ratazanas domésticas especialmente quando atingem os 2 anos. Mencionem isso nos check-ups regulares no veterinário de exóticos, para que possam determinar se há doença renal e se há necessidade de fazer alterações na dieta ou acrescentar medicação.


Costumo ter testes Combur em casa, e colho uma amostra de urina que tenha sido deixada em superfícies limpas e impermeáveis, usando uma seringa limpa. Depois, deixo uma gotinha em cada parâmetro a testar. Os testes que mais fazemos em casa são à proteína na urina, sangue na urina, glicose, PH e densidade. É bom despistar se poderá ser uma infecção urinária ou doença renal, então recomenda-se que anote os resultados e mostre ao veterinário.




Medicações e suplementos


No caso de ser doença renal, o uso de anti inflamatórios deve ser evitado ao máximo, e substituído por alternativas menos prejudiciais aos rins. Não medique o seu animal de estimação em casa sem consultar com o médico veterinário.


O que posso aconselhar a nível de suplementos alimentares seguros


Ipakitine e mexihão de lábios verdes


Em cuidados paliativos nos idosos com doença renal, gosto de acrescentar Ipakitine à dieta. É algo que não faz mal, mas poderá ter efeitos bastante positivos.





Ratazanas com artrite osteodegenerativa, conhecida como Hind Leg Degeneration ou Degeneração das Patas Posteriores, osteófitos e outros problemas articulares/reumatóides, algo que faz bastante diferença é o mexilhão de lábios verdes, e aparentemente a palavra tem passado pois a Purina já fez suplementos condroprotectores que incluem esse mexilhão proveniente da Nova Zelândia.


Óleo de canabidiol


O CBD ajuda na ansiedade e há quem acredite que ajuda com dor crónica, gosto de usar em casos terminais para ajudar a melhorar a qualidade de vida. É facil encontrar CBD para animais hoje em dia, e o médico veterinário poderá indicar uma microdosagem apropriada.


Probióticos


Probióticos naturais podem ser encontrados em vários iogurtes no supermercado, bem como em suplementos alimentares. São um óptimo complemento às terapias antibióticas que maior parte dos nossos bichinhos tem que se sujeitar a um certo ponto da vida deles. Tenham em atenção que não se deve dar lácteos e outros produtos com cálcio ao mesmo tempo que certos antibióticos, pois tem uma ação que acaba por neutralizar o efeito do antibiótico e perder eficácia. Um exemplo disso bem conhecido é o Baytril ou Enrofloxacina.


A utilização de cogumelos medicinais


Quem me conhece sabe que sou fã de micologia... Portanto claro que fica aqui uma secção dedicada aos cogumelos!


Chá de extrato de Trametes versicolor conhecido como Turkey Tail tem propriedades antitumorais, reforça o sistema imunitário e tem vários outros benefícios.


Cogumelos Shiitake também são usados em medicina tradicional chinesa, e podem encontrar no supermercado muito facilmente. Para além disso, fazem um belo de um risotto!


Resumo


A alimentação de ratazanas domésticas deve ser adaptada à idade. É recomendado alimentar as ratazanas com uma dieta equilibrada e variada, incluindo ração granulada, frutas e legumes, suplementos alimentares e, às vezes, ovos.


A quantidade de proteína e outros nutrientes deve ser ajustada de acordo com a idade da ratazana. É importante monitorizar a saúde dos animais com mais idade e tomar medidas para prevenir a doença renal, como reduzir a quantidade de glúten na dieta. Em caso de doença renal, é recomendado consultar um veterinário especialista em animais exóticos antes de tomar qualquer medida ou medicamento.


Tem interesse em adotar a Shunamite Diet ou preparar mix alimentares com base nas necessidades das suas ratazanas? Envie-nos uma mensagem!

67 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page